Como criar uma cultura inovadora

 em Destaque, Negócios

Muito se fala em inovação, cultura inovadora e métodos de crescimento das empresas para sobreviver ao impacto da ampla concorrência e as crises financeiras. As empresas buscam por soluções disruptivas e nunca esteve tão na moda utilizar o jargão ‘pensar fora da caixa’.

Mas será que os brasileiros sabem mesmo inovar e tem uma cultura inovadora forte?

Esse perfil é importante porque as empresas que não pensarem em estratégias para alavancar seus negócios estão fadadas ao fracasso.

Por isso, segue uma lista de atitudes importantes ao empresário:

1) PREPARAR A EQUIPE: A primeira atitude feita pelos empresários rumo acultura inovadora de seus negócios é preparar uma equipe que goste de gente, negócios e tecnologia. O objetivo da formação dessa equipe é identificar novas ideias, estratégias ou processos para agregar valor ao produto, serviço ou para a empresa. Inovar não é uma função do empresário, é uma atividade da equipe.

2) NÃO TER MEDO DO ERRO: Os problemas são oportunidades para quem quer criar soluções para pessoas e empresas e o medo é importante, o empresário precisa lidar com o medo e com a possibilidade de errar, pois o erro faz parte do jogo.

3) TORNAR O AMBIENTE DE TRABALHO FAVORÁVEL: Para estimular a criatividade dos colaboradores e instigá-los a pensar diferente, o ambiente deve estar na mesma sintonia, tanto em termos visuais quanto sonoros. Precisa ser um ambiente onde as ideias consigam fluir e mesmo que as ideias não sejam aplicáveis, elas podem servir como ponto de partida para outra solução inovadora.

4) ASSUMA UMA POSTURA DIFERENTE: A postura dos gestores também influencia. A abertura aos colaboradores para darem ideias ou julgarem o que for exposto pelos outros é fundamental para a evolução da empresa, que pode prosperar ou morrer com determinados posicionamentos.

5) INVESTIR EM INOVAÇÃO: Para fomentar ainda mais a inovação dentro da sua empresa, estabeleça metas e monitore os resultados. Coloque mais do que o seu tempo nesse processo, invista dinheiro. Acredite que é possível alcançar vôos mais altos se suas metas forem reais e embasadas em dados previamente calculados. Ainda que haja risco, é preciso se render às possibilidades. Os processos inovadores podem ter custos altos, como em despesas de pesquisa e desenvolvimento de um novo produto, em novos equipamentos e materiais para produzi-lo e até a nova organização do trabalho. E aí que entram os riscos da cultura inovadora.

6) ESTABELECER TEMPO PARA INOVAR: Outro detalhe importante para o desenvolvimento de projetos inovadores dentro da empresa é o tempo destinado aos colaboradores para discutir esse assunto. Equipes sobrecarregadas não se mobilizam para gerar nem produtos, nem soluções.

 

Depois de adequar o perfil para uma nova cultura inovadora, é importante entender as mudanças que podem ser feitas:

• Inovação de Produto: quando as mudanças são nos produtos ou serviços que uma empresa oferece.

• Inovação de Processo: mudanças nas formas como os produtos ou serviços são criadas e oferecidas.

• Inovação de Posição: mudanças no contexto em que os produtos ou serviços são introduzidos.

• Inovação de Paradigmas: mudanças nos modelos mentais que orientam o que a empresa faz.

Assim é o terreno fértil para desenvolver projetos de inovação dentro das empresas e uma nova cultura inovadora. Além dos riscos e incertezas, a inovação gerenciada, cuidadosa e sistemática pode salvar a saúde financeira da empresa.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar